Analista de Desenvolvimento Sustentável na nossa unidade de Fortaleza (CE), a Talyta esbanja simpatia. Quem convive com ela sabe o quanto é fácil um simples sorriso transformar-se em uma doce gargalhada.

Com formação de tecnóloga em Gestão Ambiental, ela cursa graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária. É casada e mãe do Luiz Tales, de quatro cachorros e dois gatos.

Da sua primeira conversa com o Carlos Carvalho, que dias depois viria a ser o seu gestor aqui na empresa, ela lembra da pergunta: “Para você, estruturar uma área nova é uma dificuldade?”. Dificuldade rima com oportunidade e ela foi rápida em responder que estava preparada para o desafio. Desse dia até hoje, passaram-se seis anos. Talyta segue sendo a primeira funcionária da equipe de Desenvolvimento Sustentável da unidade de Fortaleza, porém não é mais a única, junto com ela estão mais onze pessoas.

A desconfiança com que alguns colegas olhavam para ela e para as atividades que estava desenvolvendo nas primeiras semanas de trabalho (o que foi natural naquele momento por tratar-se de uma pessoa nova cuidando de um processo novo para a unidade) transformou-se em reconhecimento; e a expressão “menina da sustentabilidade” passou a ser o seu segundo nome.

É claro que trilhar esse caminho não foi fácil, reconhece Talyta, mas a gratidão de ver o seu trabalho fazendo a diferença na rotina das pessoas, contribuindo com os resultados da empresa e impactando em um mundo melhor sempre foi infinitamente maior.

Quer ver ela não caber em si de tanto orgulho? Pergunte para o Luiz Tales o que a mãe dele faz! Enquanto o pequeno engrena um “Mamãe cuida do lixo e do esgoto da Grendene para não poluir o mundo”, Talyta reforça a sua convicção de que está na profissão certa e no lugar certo. “O trabalho não é só um meio de vida: é sentir-se bem, é gostar do que se faz, é impactar o mundo, deixar legado, ser exemplo, construir uma história. E na Grendene eu tenho a oportunidade de reunir tudo isso”, comenta ela.

Quando o assunto é sobre o principal desafio que teve na sua caminhada profissional com a gente, ela logo responde “o maior desafio é sempre o próximo”. É fato que Talyta tem os pés no presente, mas os seus olhos estão no futuro.