Paulo, do mundo para Farroupilha


Em 2014, Paulo Barth fez da Grendene a sua casa e a cidade de Farroupilha (RS) o seu novo lugar no mundo. Pouco mais de 10 anos separam o garoto que, no ensino médio foi estagiário de Custos e Vendas de uma empresa calçadista, do hoje Gerente que responde pelos negócios das linhas da Grendene.

Além de muita experiência, o tempo proporcionou ao Paulo uma esposa e uma filha, que são suas companheiras inseparáveis.

Das suas andanças pelo mundo, destaca o período em que foi para a Inglaterra estudar inglês, e onde acabou morando e trabalhando por um ano; e a vivência na China, país onde esteve a trabalho em diversas oportunidades. Foi da soma dessas experiências que Paulo passou a valorizar ainda mais a humildade e o respeito às diversidades culturais, comportamentos imprescindíveis para quem faz parte da Grendene.

Este gaúcho, nascido na região metropolitana do Rio Grande do Sul, destaca, como uma oportunidade ímpar, trabalhar com as pessoas que fizeram da Grendene o que ela é hoje. Com muita sabedoria, ouve as histórias do passado, pois tem a convicção de que através delas é possível entender o presente e construir o futuro. Como características que fazem da Grendene um lugar incomum, Paulo destaca:
- a indignação das pessoas, o que resulta na busca constante pelo melhor;
- a garra de vencer e de fazer diferente, pois na Grendene nada é impossível;
- e a grandiosidade – “aqui tudo é superlativo, do tamanho da empresa aos desafios, dos números às responsabilidades”.

Quanto à sua história com a Grendene, Paulo garante que será duradoura “vim para cá para deixar a minha marca na empresa, para deixar o meu legado no mercado de calçados e sei que tenho um longo caminho a percorrer”. Para aqueles que desejam fazer parte, Paulo diz com ênfase: “VEM” (em caixa alta mesmo!), “para quem sabe aproveitar as oportunidades, a Grendene é o lugar certo”.